Sua região é

 

Encontre tudo o que você precisa para sua casa no hagah. Decoração, arquitetura, jardinagem, construção, segurança, móveis e muito mais em Porto Alegre e no RS.

 

Notícias

Decoração

Casa Rima inova na decoração personalizando estampas em tecidos

Radicados em São Paulo, sócios escolheram Porto Alegre para abrir o primeiro show room



Compartilhar

Decoração divertida e colorida é com a Casa Rima. Você escolhe a base do tecido em branco conforme a aplicabilidade desejada, seleciona uma ou mais estampas no catálogo online e personaliza mudando as cores ou os tamanhos, como desejar. Também é possível criar uma estampa exclusiva, assim como fez a Rede Globo, maior cliente da empresa.
 
Cenários da novela das nove, Insensato Coração, têm um toque Casa Rima, como nas amofadas do quarto de Carol, personagem de Camila Pitanga, ou em cúpulas espalhadas por diversos ambientes da trama. Em outro programa, o Big Brother Brasil, coroas, beijinhos e balinhas estampam os roupões dos participantes. “Eles nos passaram o briefing e nós trabalhamos em cima. São coisas lúdicas, até infantis, combinando com a proposta do quarto dos doces. São estampas simples e fáceis de serem identificadas pela televisão”, conta Mariana Pessini, diretora executiva da marca.
 
 roupao bbb
Os roupões estão disponíveis para compra na loja online da Globo Marcas.

 cena novela 01 
 cena novela 02
Cúpulas com estampas da Casa Rima aparecem em vários ambientes da novela Insensato Coração.
 roupao bbb
O desenho estampa as almofadas de Carol, personagem vivida por Camila Pitanga.


O início
A ideia de montar a Casa Rima nasceu por volta de 2006. A paranaense Mariana Pessini, 32 anos, sempre foi apaixonada por design, principalmente quando aplicado em tecidos. É fã de marcas como Tricia Guild, Marimekko e Missoni Home. Formada em admininistração com ênfase em turismo, Mariana trabalhou com organização e produção de congressos em várias partes do Brasil e do mundo. Quando voltava de viagens ao Exterior, percebia que não havia produção nacional de tecidos personalizados e com estampas que fugiam do óbvio. Foi aí que se deu por conta da oportunidade desse nicho do mercado. Chamou o amigo de infância, o mineiro Rafael Passos, 30 anos, e começaram a planejar a empresa, já pensando em um formato de negócio duradouro. 
 
Nem São Paulo, cidade onde os dois estudaram, nem Curitiba ou Belo Horizonte, capitais dos estados onde, respectivamente, Mariana e Rafael procedem. Porto Alegre foi o local escolhido pela dupla para instalar o primeiro show room, em 2008. Os sócios seguiram o exemplo de marcas já consagradas que testam produtos no Rio Grande do Sul antes de lançar para o resto do país (por causa do grau elevado de exigência dos gaúchos. “Se desse certo aqui, a chance de dar certo em outros estados seria muito grande”, explica Mariana. Instalando-se na ponta sul do Brasil a repercussão costuma ser menor do que em grandes centros, o que proporciona chances para os novos empresários testarem, errarem e se aprimorarem sem muito alarde. “Além disso, os custos são menores do que se abrisse em São Paulo”, afirma Rafael, diretor de marketing da marca, formado em Direito com pós em marketing.
 pia
 papel de parede
 cozinha
Tecido usado como papel de parede, colorindo vários espaços do show room da Casa Rima Porto Alegre.


Parcerias de peso
Além dos programas da Globo, em breve a Casa Rima deve aparecer novamente na televisão. Na nova programação do canal GNT, o arquiteto Guto Requena lança o Nos Trinques, que vai mostrar, através de exemplos reais, como adaptar tendências do design no cotidiano. A grife entra como um destes exemplos no programa. “Vamos fazer projetos juntos e ele (Requena) vai assinar uma linha de estampas da Casa Rima”, antecipa Rafael.
 
Tecidos da marca decoram a Empório Body Store, rede de cosméticos que também nasceu em Porto Alegre, hoje figurando em shoppings de várias cidades do país. Na Capital, algumas lojas e restaurantes também são clientes. A Oca de Savóia da Padre Chagas, personalizou sua personagem em uma bandeira decorativa. A Voice Club, balada de Caxias do Sul, também tem tecidos nas paredes. Grandes empresas locais usam os tecidos para estampar brindes com a logo de suas marcas. Entre as lojas de móveis que vendem produtos fabricados com tecidos Casa Rima estão a Desmobilia, a Maiora Design, a Faro Design e a bó Jeito de Morar
 
 
Em busca de talentos
Uma campanha permanente busca designers de qualquer lugar do mundo para desenhar para a Casa Rima e integrar o catálogo da marca. Para participar, não é necessário enviar currículo, nem ter formação superior, apenas criatividade. Os principais parâmetros para avaliação das estampas são o senso estético e o impacto visual. “Gostamos de trabalhar com linguagens rápidas: olhou e gostou. Tem um nome técnico pra isso, o ‘emotional design’”, define a diretora executiva. O desenho deve ser inovador ou ter profundidade, passar ideia de perspectiva, ter diferenciação de elementos dentro da estampa. Se for geométrica, o criador tem que cuidar com a perfeição da geometria e observar o público alvo da estampa.
 
A empresa tem parcerias com várias universidades de design do país. Mariana fez um curso de extensão em Design na Escola Superior de Propaganda e Marketing em São Paulo e recomenda também a ESPM RS. A Casa Rima já foi tema de alguns trabalhos de conclusão da Unisinos e mantém um plano de estágio com a UFRGS.
 mesa central
Mesa de trabalho da equipe.

 Rafael e tecidos
Rafael mostra a variedade de estampas e tecidos.


Aplicabilidade
Os tecidos da Casa Rima podem ser aplicados nas mais variadas formas. O formato mais vendido é o tecido autocolante para parede, em segundo lugar, estofados e depois, cortinas, cúpulas e almofadas. Os tecidos autocolantes também são recomendáveis para o revestimento de móveis de madeira ou outras superfícies como vidros, geladeiras ou metais. Segundo Mariana, as pessoas se surpreendem mais na parte de criação do que aplicabilidade. “Uma cliente trouxe o passaporte pra gente escanear os carimbos das viagens, com isso fizemos o tecido e ela mandou fazer uma bolsa de viagem”. O mesmo serve para fotos e o que mais a imaginação do cliente exigir. Eles indicam profissionais para confeccionar objetos, assim como instaladores.
 banco 
Banco feito de metacrilato com tecido encapsulado.
 almofadas
A possibilidade de criação de imagem para ser feita em tecidos é o que mais surpreende os clientes.
 
almofada e roupas
Os objetos das fotos são ilustrativos, a Casa Rima não vende o produto, apenas o tecido.
 

Ecológicos
A Casa Rima se preocupa com o meio ambiente, usando tecidos de fibra natural, e banindo de poliester. “A degradação da fibra natural na natureza é muito mais rápida, vai desintegrar e compor o solo”, esclarece a designer. A tinta que colore os fios é a base de água, sem solvente, utilizando a  tecnologia de impressão direta (DDP), sem nenhum processo químico.
 
Pedidos
Os preços dos tecidos começam em R$ 150 o metro. Por causa do tamanho da impressora, o mínimo do pedido é de um metro. A vantagem é que se pode ter mais de uma estampa por metro.

 

HAGAH RS

Comentários

Rodrigo Schiavenin

Denuncie este comentário

Muito bacana o trabalho da Casa Rima! Alguém sabe que tipo de impressora eles usam? É uma nova tecnologia?


Fernanda Dutra

Denuncie este comentário

Incrível o trabalho da Casa Rima. ADOREI!

Aline Scherer, hagah / 

Fachada da Casa Rima é convidativa
Foto:  Aline Scherer, hagah


Comente esta matéria

Mapa do Site | Dúvidas Frequentes | Fale com o hagah | Anuncie

© 2006 - 2013 hagah.com.br

Todos os direitos reservados

Grupo RBS